Arcanja dos silêncios

Silence is all we dread.
There’s Ransom in a Voice –
But Silence is Infinity.
Himself have not a face.

Emily Dickinson

No silêncio de todas as coisas
Encontro polifonia de tudo.

E há nos acordes a cor, a forma
O ruído do silêncio.

No silêncio de todas as coisas
Encontro a serenidade de tudo.

E há nas cores a música, o som
Na paleta em branco.

Jorge Castelo Branco

1/1