1/1

Álvaro Maio

Álvaro Maio vive há mais de 30 anos em Esposende mas nasceu a 29 de Junho de 1960  na Póvoa de Varzim. Cresceu em Lourenço Marques (Maputo) – Moçambique. Voltou à Póvoa depois da revolução de Abril e neste regresso a Portugal, estudou Desenho e projeto Industrial vindo a exercer a profissão de Desenhador-Projetista na área da metalo-mecânica. Estudou depois Jornalismo, exercendo em várias rádios e jornais nacionais e locais.
A escrita vem já dos tempos de infância pois ainda muito jovem recebeu uma menção honrosa com a publicação do conto “A minha 1ª viagem ao sol” no Jornal de Noticias de Lourenço Marques em Novembro de 1969
Em outubro de 2013 apresentou a antologia poética “FRAGMENTOS”!
Em 2014 venceu o Prémio “Poetas da Ria” de Aveiro subordinado ao tema do Dia Internacional da Mulher, com o poema “Mulheres, mulheres”.
Foi coautor em dezenas de antologias poéticas muitas delas internacionais, tendo sido traduzido em mais de uma dezena de línguas nomeadamente Inglês, Espanhol, Francês, Italiano, Polaco, Grego, Hindi, Bengali, Russo e Mandarim.
Em 2016 apresentou mais um livro de poesia intitulado “Mais de mim…”, tendo no mesmo ano editado e apresentado um CD com 12 canções originais intitulado “Poeta da Vida”
Em Novembro de 2019 apresentou o seu terceiro livro de poesia intitulado Peregrino de Mim.
Em Fevereiro de 2020 com o pseudónimo de “ Zé Pescadinha “ venceu o Prémio Literário Fundação Dr Luís Raínha/Correntes D’Escritas 2020 com a obra “ Ala! Ala Arriba! “
Em Dezembro foi galardoado com o Prémio Mundial à Excelência Artística César Vallejo.
Tem já textos seus escritos e publicados em 12 línguas ( Português, Inglês, Espanhol, Francês, Italiano, Grego, Romeno, Polaco, Bengali, Hindi, Russo e Mandarim)
Em 2021 foi nomeado Presidente Intercontinental da Union Hispanomundial de Escritores para os Países de Língua Portuguesa.
Venceu em 2021 o Prémio Mundial à Excelência Literária AGUILA De Oro.
Em novembro de 2021 foi premiado pela - UNIÒN HISPANOMUNDIAL DE ESCRITORES (UHE), com o Galardão “EL ESCUDO DE PLATA”.
Em 26 de Maio de 2022 foi agraciado em Portugal com o Galardão “ Grito de Mujer” pelos seus trabalhos literários em prol dos direitos e pela não violência contra as mulheres.

Bibliografia:
-Fragmentos (poesia) 2013
-Mais de Mim (poesia) 2016
-Peregrino de Mim (poesia) 2019
-Ala! Ala Arriba! (prosa) 2021

Prémios:
- 1969 Menção Honrosa Jornal de Noticias Moçambique (contos)
- 2014 prémio Poetas da Ria Dia Inter. Da Mulher Aveiro (poesia)
- 2020 prémio Fundação Dr Luís Raínha/Correntes d’Escritas (prosa)
- 2020 prémio Mundial à Excª Artística César Vallejo
- 2021 prémio Mundial à Excª Literária El Aguila de Oro
- 2021 Galardão à Excª Literária El Escudo de Plata UHE
-2022 Galardão GRITO de MUJER Lisboa 2022