1/1

Duarte Klut

Duarte Manuel da Silva Passos Klut nasceu em Lisboa, a 20 de Abril de 1942.

Em 1950 partiu para a Madeira (de onde era oriunda toda a família), órfão da mãe. Viveu em casa de uma tia, irmã do seu pai (que ficou em Lisboa, após segundas núpcias).

No Funchal frequentou os ensinos primário e liceal (assim designados na altura).

Em 1962 veio para o Porto para frequentar a Faculdade de Letras, onde se licenciou em Ciências Históricas.

Como Professor ingressou no Ensino Secundário em 1969 —, no então Liceu de Matosinhos (sucursal do Liceu Normal D. Manuel II do Porto). Em 1970/71 frequentou o estágio profissional no Liceu Normal D. Manuel II, onde fez o Exame de Estado. Voltou ao Liceu de Matosinhos, de onde saiu para cumprir o serviço militar obrigatório, 1972/74. Cumpriu o serviço militar no C.E P.E — Centro de Estudos Psicotécnicos do Exército, em Caxias. Entretanto já se havia tornado professor efetivo em finais de 1971.

Regressou ao ensino liceal em Lamego. Em Dezembro de 1974 voltou para o Liceu D. Manuel II, onde exerceu o cargo de presidente do Conselho Executivo. Em 1975 fixou-se no então Liceu de Vila Nova de Gaia, tendo exercido por duas vezes, não consecutivas, cargos diretivos.

De 1979 a 1984, foi Leitor de Cultura Portuguesa na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (U.E.R.J), via concurso público promovido pelo então designado, Instituto de Alta Cultura.

Possui os graus de Mestrado pela F.L.U.P e de Doutorado pela Universidade Gama Filho do Rio de Janeiro (onde foi aluno do Prof. Marcelo Caetano).

Aposentou-se em Outubro de 2004.


Obra publicada:


Um Quase Diário de um quase nómada
(Coimbra, 2005)

Versos... Per Versos
(Coimbra 2008)

Lucubrações Estados de Alma
(Porto, 2011)

Esmerilhando... Mundividências
(Porto, 2013)

Aporias
(Seda Publicações, Matosinhos, 2014)

O Inquieto - As Utopias Possíveis
(Seda Publicações, Matosinhos, 2016)

Da distopia à utopia: a luta
(Seda Publicações, Matosinhos, 2022)