1/1

Gil Nunes

"Gil Moreira Nunes nasceu em Vila Nova de Gaia no dia 27 de maio de 1981, filho de uma enfermeira e de um gestor de empresas. Até aos 19 anos estudou economia área que, no entanto, nunca o fascinou. Foi aí que decidiu mudar de rumo. Começou a sua carreira de jornalista no “Comércio de Gaia”, onde ficou até aos 22 anos, altura em que se mudou para o projecto “Gaia Global”, de criação de uma cidade digital para o concelho de Vila Nova de Gaia. Aos 24 anos mudou-se para a Câmara Municipal de Gaia, local onde desempenha várias funções na área da comunicação. Em paralelo, desenvolve também a sua actividade como jornalista desportivo. Trabalhou no jornal “Academia de Talentos”, como jornalista especializado em desporto jovem. A partir de 2007 passou a ter uma coluna semanal no jornal “O Jogo”. Passou, depois, para o jornal “Notícias do Futebol”, como jornalista e analista táctico. Desde 2011 é colaborador regular da imprensa russa. As suas análises já foram publicadas em jornais como o “Izvestia”, o “Sport-Express”, a “Eurosport” e o “Championat”. Mantém em actividade um comentário desportivo semanal na Regiões TV e uma coluna nos jornais “Gaia Semanário” e “Notícias de Esposende”. Na literatura, a sua carreira começou com a publicação do conto “Revalutzia”, em 2007. Seguiram-se, também em conto, “Yawp”(2008), “Amo-te Num Saco de Cimento”(2009) e “Um Cocktail em Alcatraz”(2010) e, para teatro, “Filhas do Pecado Mórmon”(2009). Em 2011 escreveu o seu primeiro romance – “Os Pensos de Fígaro”. Seguiu-se, em 2012, “O Pai de Deus é Electricista”. Pela Seda Publicações tem editado o seu terceiro livro, “Os Ingleses Gostam de Lampreia”(2013) http://www.sedaeditora.pt/loja/prod/gil-nunes-os-ingleses-gostam-de-lampreia/9789899828049/ a edição presente de “Em Busca do Cyborg Comunista” e, em 2018, o seu mais recente romance “A História do Rei de Lever”

capa_amarelo-1080jpg