• Gugol

A.M.O.R.

Henriqueta Paredes



Lançamento dia 15 outubro – 19h

FNAC Colombo, Lisboa


Apresentação por Cláudia Moura


Este livro tem múltiplas leituras: as várias razões para que surja o A.M.O.R são Ilimitadas. E isso a autora procura-o neste livro que recomendo.

(Álvaro Caneças)


Neste livro a Henriqueta Paredes apresenta a liberdade para voar num horizonte à escolha, bem como, a liberdade para pousar onde o coração quiser. (Cláudia Moura)

Henriqueta Paredes fala consigo mesma, reflecte sobre si e sobre o que a rodeia, sem temores nem tabus de qualquer espécie e se deixa ir na suavidade das formas, na subtileza do verbo, questionando e interpelando Aquele Ser que se reflecte e que no mais profundo de si deixa a dúvida de saber se “É quem se vê” ou se “É quem é visto”. Mas que importa?

(José Serrão)

50 visualizações