• Gugol

Rascunhos da Alma

de Manuela Bulcão


Lançamento do livro dia 2 de fevereiro, domingo, 18h30 Associação Agrícola de S. Miguel Rabo de Peixe, Ribeira Grande, Açores


Rascunhos da alma… cartas de amor… desabafos… confidências... Este livro encerra em si tudo isto e muito mais, proporcionando a quem o ler uma viagem por um mundo próprio, com entradas, saídas e paragens. Umas obrigatórias, outras nem tanto. Por que às vezes, na vida, também é preciso saber parar, repensar, redescobrir o caminho e seguir em frente. (Alexandre Branco Gaudêncio)

Os 45 textos que a autora denomina de Rascunhos da Alma são cartas de amor, que remetem o leitor para um mundo de diferentes abrangências poéticas, interiorizadas ou vividas pela autora. Ela pode chamar-lhes rascunhos, desabafos, sopros da alma, suspiros, carências, reflexões sobre o vivido e o sonhado. Porém, o que prevalece, é a utopia do amor e do sonho de o viver ou de o ter vivido, ainda que por momentos, em absoluta plenitude. (Margarida Santos)

Ler os textos de prosa-poética de Manuela Bulcão é um encontro ou o re(encontro) que todos os dias os ilhéus fazem com a riqueza da natureza que nos rodeia, com a fragilidade da nossa geografia atlântica e com a interioridade que nos persegue dia após dia em busca do equilíbrio perdido que acompanha os tempos vividos com amor e paixão. (Jaime Manuel Serpa da Costa Rita)

Ler a poesia de Manuela Bulcão é vaguear por mares de contradição, em águas revoltas de emoção, que a todos nos toca profundamente e nas quais todos nos revemos. Este carácter abrangente da sua poesia torna-a singular no seu percurso existencial e universal na sua dimensão humana. (Graça Castanho)



Biografia autora

Manuela Bulcão é oriunda da cidade da Horta, ilha do Faial, Açores. Atualmente a residir em Vila Nova de Gaia sua terra de eleição. Conta com algumas publicações de poesia bem como um livro de poesia intitulado “Retalhos d'um Tempo”. “O Natal de Noélia” foi o seu primeiro conto infantil e o seu romance "A Filha de Ninguém" foi sem dúvida um marco na vida da autora. Manuela Bulcão é conhecida como mulher da cultura e uma grande dinamizadora cultural na divulgação da língua de Camões. É autora do livro de poesia “Este Mar que nos une”, a sua última obra poética. É uma defensora de causas sociais em Portugal e em África, abraçando o seu semelhante sempre de sorriso nos lábios.

8 visualizações