O Grito - Ensaio sobre a lucidez

REF: ISBN 9789898735263
8,00 €Preço
  • Julião Bernardes viu-se tomar forma em 4 de Julho de 1944, na freguesia de Lapas, concelho de Torres Novas, distrito de Santarém.  O seu autor, nascido em 5 de Março de 1939 na mesma aldeia, reside desde 1975 em Monte Abraão, Queluz. Fez o curso dos liceus pelo Colégio Andrade Corvo, de Torres Novas, tendo ingressado na Escola do Exército (hoje Academia Militar) em1957, onde frequentou o Curso de Infantaria. Fez quatro comissões de serviço no Ultramar, de 1961 a 1974: Angola (1961/63 e 1964/66); Moçambique (1968/70) e Guiné (1972/74), tendo sido condecorado, entre outras medalhas, com duas Cruzes de Guerra. Fez parte desde o início do Movimento dos Capitães.  Encontra-se reformado, no posto de Coronel. Tem a seguinte obra publicada: (em Poesia) Sombras de Pessoa(s), 1992, Gresfoz, Colecção Ponte; 96 quadras em jeito de missão – 1992, Gresfoz, Colecção Ponte; O Corpo na Vertigem, 1999, Universitária Editora, Univ. Poesia; Lapas - Vivências da Juventude, 1999, Universitária Editora; Na Cinza do Silêncio, 2000, Gresfoz, Colecção Ponte; Da Luz e das Sombras, 2000, idem; Do Amor e do Tempo, 2000, idem; Ser Pássaro, 2004, idem; Por Dentro dos Instantes, 2004, idem; Ao redor da Vida (sonetos), 2008, edição de autor; O Pássaro da Sede, 2009, edição de autor; Do Corpo ao Rosto, 2014, Versbrava Editora; O Grito - Ensaio sobre a Lucidez, 2016, Seda Publicações. (em Prosa) Um Grito de Gaivota, 1999, Gresfoz, Colecção Ponte; Dois Autores/Dois Textos, 2004 (em parceria com Rui Cacho, com a parte "Tudo É Aparente"). (traduções para Castelhano) O Mar do Nosso Feitiço, 1998, de Ulisses Duarte, Universitária Editora; Um Corpo de Três, 1998, de António Manuel Couto Viana e José Cúcio, Vega Lda; Mar-Mundo, 1998, de João Baptista Coelho, Universitária Editora; Esboços Pessoanos, de Joaquim Evónio de Vasconcelos; Palavras com Distância, de Ulisses Duarte. (traduções de Castelhano para Português) Habitante del Bosque, de Juan Delgado López; El Sueño de una Noche de Ginebra, de Juan Delgado López.